***Já é Natal…já é Natal…***

-Faltam 18 dias. Ainda dá tempo de preparar a casa.

-Mais dicas do Chá de Casinha:

-Olha que fofas ficam essas almofadas espalhadas pela sala.

Almofadas de feltro

-A almofada da esquerda é da “Villa Arte Design” e a da direita é da “Moldes e Etc”. O melhor é que dá para fazer igualzinho. Basta um pouco de destreza com a tesoura e a agulha.

-E o café-da-manhã terá gostinho de infância com  essas canecas divertidíssimas à mesa. Ambas podem ser encontradas em rlv.zcache.com

Canecas de porcelana

-Uma dica supercriativa para presentear ou apenas enfeitar a casa é utilizar canecas tranzadas, iguais a estas aí em cima, como suporte para cultivar plantinhas…podem ser temperos como hortelã, pimenta, cebolinha ou, até mesmo, miniárvores. Ficam uma graça.

Canecas da Tok&Stok

-Na porta de entrada não pode faltar, é claro, a tradicional (mas nem tanto) guirlanda. Essas aí em baixo são superfáceis de fazer:

Antes, um pouco de história:

“Antigamente, as pessoas achavam que certas plantas tinham o poder de proteger contra bruxas e demônios. Por isso faziam um arranjo com elas e o penduravam na entrada de casa. Com o tempo, o simbolismo mudou: hoje essa espécie de mandala em círculo representa o ciclo de nascimento e morte, simbolizando a vida eterna e a paz. Está presente na decoração natalina em muitos países”.

Guirlandas de Natal

-As inusitadas guirlandas da esquerda são criações da designer Angélica Pacheco (saiba mais em www.angelicadosdivinos.com.br ).

 Já o singelo arranjo da direita é uma criação do Atelier Zanutti.

-Uma ótima dica para presentear os amigos neste final de ano é a linha “Doce e Festa” da Tok&Stok. Olha que encanto:

Linha Doce e Festa

Linha Doce e Festa

***Por enquanto é só. Mais dicas de Natal no próximo post***

Anúncios

**O Natal vem vindo…vem vindo o Natal**

Feliz Natal!

Chegou o mês de dezembro. O espírito natalino começa tomar conta das pessoas. É tempo de nos prepararmos para a chegada do Menino Jesus.

É bem verdade que nossa espiritualidade deve ser nutrida continuamente – não apenas nessa época. No entanto, já é tradição né? Não tem jeito. Mal vai acabando novembro e a gente já começa a sentir o cheirinho de panetone no ar; reúne a família para montar a árvore, o presépio e desenrolar aquele emaranhado louco de lâmpadas coloridas. E quando menos se espera – afinal, o melhor da festa é esperar por ela – a mágica acontece: é Natal.

Luzes de Natal

 E claro que o blog não iria deixar de homenagear essa data tão especial. Selecionamos uma porção de frescurinhas que fazem toda a diferença para deixar nossa casa no clima de festa.

Façam suas escolhas e entrem no espírito do Natal!

 

Enfeite para mesa ou aparador: Maçãs em Patchwork e vela. (Encontrado em http://www.ideiasdeminas.com.br)

Bandô de Natal: calendário de feltro feito à mão.

Dica de decoração de mesa natalina (encontrado na revista Casa e Jardim)

Arranjo de mesa simples e bonito. (encontrado em http://www.arteemvelas.com.br)

Presente para comer: Panetones decorados. Lindos e baratinhos. (Encontrado em http://www.anunciosrs.com.br/chocolatesrosenthal/natal.html)

 Dica legal:

 No Natal – todos nós sabemos – o maior homenageado deve ser o Menino Jesus. No entanto, nessa época, os pequeninos ficam ansiosos por um agradinho, por menor que seja.

Para aqueles que podem, as agências dos Correios já estão disponibilizando as cartinhas que as crianças escreveram ao Papai-Noel. Vá até lá e adote uma cartinha e realize o sonho de um pequenino: não deixe a fantasia morrer!!!!

Projeto Papai Noel dos Correios

O que é o Projeto?
O Projeto Papai Noel dos Correios é uma ação corporativa, desenvolvida em todas as 28 diretorias regionais, que tem como foco principal o envio de carta-resposta às crianças que escrevem ao “Papai Noel”. O objetivo central é manter a magia do Natal.
A quem se destina?
O destinatário do projeto é a criança que envia pelos Correios uma cartinha ao Papai Noel. As cartas que partem das comunidades carentes em todo o País são separadas e colocadas à disposição da sociedade para quem quiser adotá-las. Ou seja, nem todas as crianças carentes serão necessariamente atendidas.

 

Fonte de consulta: www.planetavoluntarios.com.br/nossas-acoes