A influência das cores na Decoração

Por: Tônia Amanda  Paz dos Santos ( A autora permite cópia, desde que citada a fonte e/ou disponibilizado um link para este blog)

A cor é um elemento expressivo e simbólico de fundamental importância na linguagem visual. Está em tudo que nos rodeia. Inclusive nas nossas residências, ambiente de trabalho etc. Mas o que é a cor?

Do de vista da Física, a cor é uma propriedade que se manifesta pela ação da luz. Entretanto,  a forma como nós a percebemos envolve aspectos subjetivos, simbólicos e culturais.  Evidências científicas sugerem que cada indivíduo reage à cor de forma particular, isso é, cada cor têm um tipo de influência sobre nós. E uma mesma cor pode ter um significado diferente para outras pessoas, dependendo da experiência positiva ou negativa relacionada a cada uma delas.

Na arquitetura e decoração, as cores têm papel importantíssimo. De acordo com o arquiteto Jayme Bernardo¹, “a cor é um dos principais fatores determinantes da forma como nos relacionamos com nosso ambiente e o que ele nos transmite”.  Cores quentes, como amarelo ou vermelho, por exemplo, têm a propriedade de nos deixar alegres. Transmitem energia, força. Por outro lado, as cores frias, como os azuis, acalmam e relaxam. As pessoas  buscam decorar sua residência ou local de trabalho com as cores com as quais se identificam. Pessoas tímidas e introspectivas buscam as cores frias e escuras. Já as pessoas mais expansivas e extrovertidas, preferem as cores claras e quentes. Agora, aquelas que preferem o equilíbrio, utilizam as cores quentes em menor escala, intercalando-a com outras de tons mais frios.

Crédito de imagem: Google Imagens

Existem diferentes tipos de sensações associadas às cores. Essas associações são muito utilizadas como referenciais na decoração de interiores por arquitetos do mundo inteiro. Eis alguns exemplos de sensações positivas e negativas normalmente associadas às cores :

  • Vermelho: Calor; Sensualidade; Paixão; Motivação; Agressividade; Orgulho; Violência; Falta de polidez; Grosseria.
  • Amarelo: Alegria; Descontração; Luz; Otimismo; Prosperidade; Bajulação; Pessimismo; Possessividade.
  • Laranja: Prosperidade; Iniciativa; Espontaneidade; Comunicação; Confiança; Coragem; Exibicionismo; Autoritarismo; Melancolia.
  • Verde: Generosidade; Raciocínio; Cooperação; Harmonia; Proteção; Segurança; Equilíbrio; Justiça; Esperança; Evolução; Avareza; Indiferença; Insegurança; Suspeita; Cautela excessiva.
  • Azul: Quietude; Confiança; Fé;Dever; Devoção; Serenidade; Paz; Confiança; Desleixo; Desconfiança; Dúvida; Cansaço; Apatia; Inércia.
  • Violeta: Respeito próprio; Dignidade; Tolerância; Criação artística; Autoritarismo; Irreflexão.
  • Magenta: Dedicação; Reverência; Gratidão; Comprometimento; Compreensão; Maturidade; Superioridade; Arrogância; Isolamento.
  • Preto: Autoridade; Conservadorismo; Responsabilidade; Poder; Mistério; Desejo Sexual; Penitência; Rebeldia; Luto.
  • Branco: Frescor; Desprendimento; Inocência; Limpeza; Morte.
  • Marrom: Comprometimento; Sensatez; Autoridade; Enraizamneto; Firmeza; Confiança; Auto-Afirmação; Praticidade; Materialismo; Organização; Constância; Insegurança; Instabilidade.

    Imagem disponível no site Portal do São Francisco

Imagem disponível no Blog Cafofo Fino

Magenta: tendência de cor na decoração em 2011 (imagem disponível no site DecoraçãoInteriores.Org)

Imagem disponível no Blog Casa da Ana

Imagem disponível no site CulturaMix

Imagem disponível no site Casa.Com

Imagem disponível no site Casa e Jardim

Escolha a sua cor ideal e aproveite as dicas!

Links para os sites e blogs citados:

 
¹Jayme Bernardo é um Arquiteto formado pela Universidade Federal do Paraná, que atua, há mais de 25 anos, no desenvolvimento de projetos arquitetônicos residenciais e comerciais de alto padrão. Proprietário da empresa Jayme Bernardo Arquitetura.