Faça você mesmo: cortina para box

Adoro projetinhos do tipo “faça-você-mesmo”, ainda mais quando, além de lindos, são ultra-mega-power fáceis de fazer. Como a cortina abaixo, que encontrei no site da Martha Stewart . Meu box ne-ces-si-ta de uma destas. E o seu?

Materiais e Equipamentos:

Tecidos impermeáveis em 3 cores diferentes (de preferência bem contrastantes entre si);

Linhas, tesoura, máquina de costura.

Instruções:

1. Meça da haste do chuveiro ao chão para estabelecer qual o comprimento total que a cortina irá ter. A faixa que ficará no topo da cortina deverá ter 6/10 da medida total e as do meio e debaixo deverão ter 2/10 da medida total cada uma. (Por exemplo, para uma cortina de chuveiro medindo 1oo centímetros, a faixa superior seria de 60 centímetros e as outras seriam de 20 centímetros cada uma).

2. Não se esqueça de adicionar em cada peça, 1cm para cada lado que será costurado ao outro.

3. Costurar cada parte na outra para formar uma peça inteira.

4. Faça as barras (do topo, de baixo e dos lados).

5. Instale ilhoses próprios para cortinas no topo, distanciando-os cerca de 10 cm entre si e a, aproximadamente, 5cm da borda superior.

OBS: Na foto, são dois blocos de cortina. Mas, você pode fazer uma inteiriça. Não se esqueça de que a medida da largura da cortina deve ser o dobro da medida da largura do seu box, para que ela possa ter o efeito de franzida, quando estiver fechada.

Fácil, não? Então, mãos à obra.

Se você não souber costurar, não fique triste. Aposto que conhece uma costureira  aí no seu bairro que poderá confecccionar uma para você.

Abraços e até a próxima!

Anúncios

Só no truque!

Texto: Tônia Amanda

Durante a Idade Média, qualquer mulher que demonstrasse algum tipo de sabedoria corria sério risco de ser mandada para a fogueira, sob a acusação de bruxaria. Aliás, a palavra “bruxa”, em sânscrito, signifiga “mulher sábia”. Trocando em miúdos, as bruxas, na maioria das vezes, eram mulheres que conheciam e empregavam ervas  para curar enfermidades ou para resolver probleminhas domésticos.

Entretanto, devido à repressão a essas manifestações femininas, a sociedade, durante longos anos, ficou sem saber que se podia limpar manchas de vinho tinto, por exemplo, usando vinho branco; que açúcar e água fervente tiram manchas de roupas ou que limão remove o mofo das roupas brancas. E foi por esse motivo que a Idade Média também ficou conhecida como a Idade das Trevas….(tá bem! não foi bem por isso não…rs).

Felizmente, as coisas  mudaram. E, hoje, eu posso escrever as dicas baixo, que podem facilitar nossa vida, sem susto:

1ª-Roupas Manchadas por Roupas Coloridas: Em uma panela, ferva água suficiente para encobrir a roupa manchada. Adicione uma boa porção de açúcar, mexa e junte a roupa. Deixe a mistura no fogo até que a mancha desapareça. Só faça isso com roupas de algodão. Se forem coloridas, verifique se a cor não desbota.

2ª-Mancha de água em utensílios de Inox: usar álcool ou vinagre branco.

3ª-Repelente de traças: faça sachês (saquinhos) com folhas de capim-limão picadas e espalhe em gavetas e armários. As traças odeiam o cheiro cítrico exalado pela erva. Troque os sachês quando perderem o aroma ou quando as folhas secarem.

4ª-Odor de suor em tecidos sintéticos: Lave a roupa, como de costume, e a mergulhe em uma solução de água com 1 colher de bicarbonato de sódio, durante o último enxágue.

5ª-Roupas brancas manchadas de mofo:  esfregue limão sobre o mofo. Lave com água e sabão e pendure ao sol.

6ª- Roupas coloridas com mofo: Deixe de molho em água quente com sal até a água esfriar. Depois esfregue o sumo de limão com sal sobre os pontinhos pretos de mofo e deixe ao sol por algumas horas. Em seguida, lave normalmente.

7ª-Limpar a base do ferro de passar: Com o ferro frio e desligado, limpe-o com pano úmido e detergente neutro. Seque-o bem, com pano macio e passe uma camada de cera incolor para carros. Enxugue-o, em seguida, com pano seco.

8ª-Lingeries- Para que não amarelem, com o tempo, deixe-as sempre de molho em uma mistura de água e bicarbonato de sódio antes de lavá-las.

9º-Spatos que não pegam mais graxa: Deixe-os brilhando novamente, friccionando neles um pedaço de batata embebido em álcool. Em seguida, engraxe-os normalmente.

10ª-Formigas: prepare barreiras com talco, pó de café ou cascas de pepino. Para que elas não entrem em casa, plante hortelã próximo às entradas. Nas frestas com formigas, aplique álcool ou vinagre com o auxílio de uma seringa. Mas, antes de exterminar os pobres bichinhos, procure descobrir o que os está atraindo, para eliminar a causa.

11ª-Chulé: além das medidas higiênicas, dissolva 2 pedrinhas de cânfora em 200ml de álcool comum (demora 5 dias). Acrescente 1l de água fervente e 1 punhado de folhas secas de menta ou hortelã. Espere amornar e deixe os pés de molho na mistura por 30 min. Seque-os bem. Se quiser, massageie entre os dedos com álcool canforado.

12ª-Flores durarem mais: Corte, diariamente, um pedaço do caule na diagonal e mantenha as flores imersas em água gelada.

13ª-Abrir a tampa do vidro de conserva: mergulhe o vidro, de cabeça para baixo, em água fervendo.

14ª-Cheiro ruim na geladeira: Realize a higienização normalmente. Em seguida, coloque um chumaço de algodão embebido em essência de baunilha no interior da geladeira.

15ª-Purificador de ambientes: Coloque um punhado de canela em pau e cravo-da-índia em 100ml de álcool. Deixe a mistura em repouso por 3 dias. Coloque-a em um borrifador e aplique nos ambientes sempre que quiser. Além de perfumar, repele insetos incômodos.

E Você? conhece alguma outra dica que pode facilitar nosso dia-a-dia? que tal compartilhá-la conosco?

Obs: Imagens captadas do Google Imagens

Um lugar para cada coisa e cada coisa no seu lugar

Por: Tônia Amanda Paz dos Santos (a autora permite cópia, desde que citada a fonte e/ou indicado um link para este blog)

Se você precisa organizar sua casa, mas nunca encontra espaço suficiente nos armários, gavetas e prateleiras para todas as miúdezas que acabam ficando espalhadas, a revista Minha Casa  tem a solução para os seus problemas: a sapateira multiuso.

Sabe aquelas sapateiras de nylon ultracoloridas que você encontra em lojinhas de 1,99?  Elas dão um charme todo especial a diferentes ambientes de sua casa. Quer saber como? aí vão algumas dicas:

Organizando o material de trabalho no atelier

Organizando os brinquedos no quarto das crianças

Organizando e dando bossa à área de serviços

Na festinha de aniversário dos pimpolhos

Organizando o banheiro

 
E, para você, que adora plantas, mas não tem muito espaço para tê-las em casa, um tutorial para que você crie um original jardim (ou canteiro – é só trocar as suculentas por mudinhas de ervas e temperos) vertical:
 
Você ira precisar de:
 
– Sapateira de náilon
– Varão de 1,50 m com suportes
– Suculentas (aqui foram usadas nove mudas de espécies variadas)
– 1 kg de terra vegetal
– 1 kg de argila expandida
– Pá de jardinagem
 

Material necessário

 

Passo 1: Colocando o varão na borda superior da sapateira

 
 

Passo 2: Pendurando a sapateira nos suportes da parede

 
 

Passo 3: Colocando a argila expandida em cada repartimento da sapateira

 
 

Passo 4: Colocando a terra vegetal sobre a argila expandida

 

Passo 5: Plantando as mudas das plantas

 
 

Passo 6: Colocando mais terra vegetal

 
 

O resultado não é surpreendente?

 
Imagens disponíveis no site da Revista  Minha Casa
 

Outra versão: Branquinho Básico (Fonte: LifeHacker)

As plantas precisam de água e luz do sol, portanto,  nada de esquecê-las na parede, como se fossem mera decoração, hein?

Você tem outras ideias de uso para essa versátil sapateira? não esqueça de enviar uma foto para que seja colocada aqui no blog. Beijos!