Que tal mudar o cardápio neste Natal?

Nos últimos seis anos (desde quando fiquei noiva), passo o Natal na casa do meu sogro, no sul de Minas. Cozinheiro de mão cheia, ele adora preparar aqueles pratos mineiros bem tradicionais e calóricos: leitão à pururuca; pernil; feijão tropeiro; tutu e por aí vai. Para completar, minha cunhada ainda prepara tortas muito, muito doces e pesadas.
 
Pode parecer frescura. A verdade é que meu paladar tem afinidade por sabores mais suaves e por misturas agridoces que a família do meu noivo não tolera. Então, todos os anos, acabo dando uma de chata e preparando minha prórpria refeição. Como não sou uma expert na cozinha e gosto de experimentar coisas novas, começo a procurar, com certa antecedência,  receitinhas que me agradem. E a Internet ajuda muito nestas horas.
 
Para a ceia deste ano, encontrei cada receita de dar água na boca. A dúvida está em quais delas preparar:
 
Salada de quinoa com shiitake
Rende 4 porções e é fácil e rápido de preparar (+- 20 min)
 

Salada de quinoa com shiitake (Foto: Codo Meletti / Produção Bel Cordeiro)

Ingredientes
– 200 g de quinoa¹
– 2 colheres (sopa) de azeite
– 150 g de cogumelo shiitake laminado
– 100 g de abobrinha italiana laminada sem as sementes
– Sal e pimenta-do-reino moída na hora
– 200 g de minitomates, do tipo sweet grape, cortados em quatro
– 1 colher (sopa) de salsinha picada
– 1 colher (sopa) de hortelã em tiras
– Raspas de 1 limão-siciliano
– 4 folhas inteiras de alface-americana
– 4 folhas inteiras de radicchio
– 1 colher (sopa) de pistache laminado²

Modo de preparar
Coloque a quinoa em uma panela com 1 litro de água, leve ao fogo, espere abrir fervura e cozinhe por 3 minutos ou até que fique al dente. Escorra e reserve. Em uma frigideira, esquente o azeite, adicione o cogumelo shiitake e, em seguida, a abobrinha. Tempere com sal e pimenta e salteie em fogo alto por 2 minutos. Acrescente a quinoa, o tomate, a salsinha, hortelã, sal, pimenta e as raspas de limão. Retire do fogo e deixe esfriar. Monte a mistura nas folhas de alface e de radicchio. Decore com as lâminas de pistache e finalize com sal e pimenta moída na hora.

1 Quinoa é uma planta nativa da Colômbia que produz um grão arrendondado e de textura macia. Chegou ao Brasil há cerca de 3 anos, sendo inicialmente produzida na entressafra da soja. Foi considerado o melhor alimento para o consumo humano pela Academia de Ciência dos Estados Unidos. Rica em proteínas, além de fibras, vitaminas e minerais importantes, como cálcio e ferro. Possui também ômega 3 e 6, gorduras benéficas à saúde pois são capazes de prevenir o aparecimento de doenças cardiovasculares. Segundo a FAO (Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação) ela é um dos vegetais mais completos existentes.

2 O pistache pode ser substituído por outra castanha, como nozes, amêndoas, castanhas-do-Pará.

Abacaxi grelhado

Fonte: M de Mulher

Para montá-lo, corte o abacaxi em fatias médias e salpique com ramos de tomilho. Aqueça uma grelha antiaderente somente untada com azeite e grelhe a fruta por 3 minutos de cada lado.

Abacaxi grelhado: ótimo acompanhamento para as carnes

 
Salada de batata com pepino e hortelã
 

Salada de batatas com pepino e hortelã

 
Ingredientes:
.1 kg de batata bolinha
. 4 pepinos cortados em cubos médios
. 1 xícara (chá) de iogurte natural
. 1 colher (sopa) de tahine (pasta de gergelim)
. 1 colher (chá) de alho picadinho
. 2 colheres (sopa) de suco de limão
. 2 colheres (sopa) de hortelã picadaLave bem a batata em água corrente e cozinhe em uma panela com água fervente e sal até ficarem macias. Escorra e deixe esfriar. Corte a batata em 4 partes e ponha em uma tigela junto com o pepino. À parte, misture o iogurte, o tahine, o alho e o suco de limão. Mexa até dissolver o tahine por completo e obter um molho liso e cremoso. Ponha a hortelã e mexa mais um pouco. Despeje o molho sobre a batata e misture bem. Sirva gelada.
 
Salpicão de Atum
Salpicão de atum: Sugestão de montagem (Foto: Codo Meletti / Produção Bel Cordeiro)

Ingredientes:

– 250 g de batata-doce (Substitui a batata palha. Fica delicioso)
– 900 ml de óleo
– 2 miniabacates 
– 6 colheres (sopa) de azeite
– Suco de 1/2 limão
– 1 cebola-roxa pequena, ralada
– 1 pimenta dedo-de-moça sem sementes cortada em quadradinhos
– 1 colher (chá) de salsinha picada
– 1 colher (chá) de hortelã picada
– Sal e pimenta-do-reino moída
– 2 latinhas de atum sólido
– 8 folhas de alface roxa

Rale a batata-doce no sentido do comprimento em ralo grosso e vá jogando na água gelada para não escurecer. Escorra e frite, aos poucos, em óleo quase quente a 140˚C, para não dourar rapidamente e também não encharcar. Seque em papel-toalha. Reserve. Amasse grosseiramente o abacate e tempere com 4 colheres (sopa) do azeite, suco de ½ limão, a cebola, a pimenta dedo-de-moça, metade da salsinha, a hortelã, sal e pimenta-do-reino e junte o atum. Misture bem e sirva nas folhas de alface lavadas e secas.

Salmão grelhado com molho de ervas

Fonte: Receitinhas

Salmão grelhado com molho de ervas

Ingredientes:

1 kg de salmão em filés
500 ml creme de leite fresco
3 colher(es) (sopa) de manteiga 
1 copo(s) de vinho branco
1 colher(es) (sopa) de ervas de provence (tomilho, manjericão, alecrim, sálvia misturados)
1 folha(s) de louro
500 gr de batata cozida(s), sem casca(s)
quanto baste de salsinha
quanto baste de sal

Tempere o salmão com sal e besunte  com pouco de azeite. Grelhe ambos os lados do salmão em uma frigideira antiaderente e reserve aquecido. Em uma frigideira, acrescente o vinho e deixe evaporar um pouco. Acrescente as ervas e mexa bem.
Regue com o creme de leite, misture e deixe reduzir até obter um molho levemente encorpado.
Em outra frigideira, adicione manteiga, a salsinha picada e as batatas cozidas (cortadas em pedaços de igual tamanho).
Misture, envolvendo bem a batata na manteiga com salsinha.
Sirva o salmão grelhado regado com o molho de ervas.
Acompanhe com as batatas e sirva.

Tender com farofa de germe de trigo

Fonte: M de Mulher

Tender com farofa de germe de trigo: Para quem não dispensa o tender no Natal

Ingredientes:

Tender:

• 1 tender bolinha temperado
• 6 fatias de abacaxi em cubos
• 1 manga em cubos
• 12 cerejas frescas sem caroço
• 4 colheres (sopa) de margarina light derretida
• 2 colheres (sopa) de molho inglês
• Cravo-da-índia a gosto

Farofa de germe de trigo:

200 g de germe de trigo/ 1 colher (sopa) de manteiga ou azeite/ Cheiro-verde picado e sal a gosto/Uva-passa a gosto ou uma banana picada.

 Tender: Coloque o tender em uma fôrma refratária. Com uma faca bem afiada, desenhe pequenos losangos na parte de cima do tender. Espete na ponta de cada losango um cravo. Separe a maior parte de cada fruta e bata no liquidificador. Regue o tender com o molho inglês e esse suco das frutas e leve ao forno preaquecido por 50 minutos. Quando estiver dourado, retire e decore com o restante das frutas se quiser.

Farofa de germe de trigo: Derreta a manteiga em uma panela (ou coloque o azeite) e adicione o germe de trigo, o cheiro-verde e o sal. Em seguida, coloque as passas ou a banana cortadinha e mexa, deixando tostar.

Salada de Tender (2 porções)

Fonte: Panelinha

Salada de tender: Essa dica é ótima para aproveitar a sobra do tender da ceia

Ingredientes:

200 g de tender
150 g de abacaxi
10 g / 1 colher (sobremesa) de uvas-passas
10 g / 1/4 de maço de salsinha
1 colher (sopa) de suco de limão
1 colher (sopa) de azeite de oliva
sal e pimenta-do-reino a gosto

Numa tábua, corte o tender em fatias de 1 cm, as fatias em tiras de 1 cm e essas tiras em cubos. Reserve.  Descasque o abacaxi: comece cortando a coroa e a base; apóie a fruta numa tábua e corte a casca de cima para baixo. Em seguida, fatie em rodelas de 1 cm e pese até completar 150 g. Corte as rodela em tiras de 1 cm e estas em cubos.  Lave e seque muito bem a salsinha sob água corrente. Retire as folhas dos cabinhos.  Numa tigela, junte os cubos de tender e os de abacaxi com as folhas de salsinha. Acrescente as uvas-passas e os temperos restantes. Misture muito bem e sirva a seguir.

E de sobremesa….

Mousse Tropical

Fonte: Olinda Urgente

Sugestão de montagem: faça camadinhas com o creme e com as frutas em taças individuais e decore com uma fruta. Fica lindo.

Ingredientes:

2 magas
6 kiwis
1 maracujá
150 g de açúcar
400 ml de creme de leite
Suco de 1 ½ limão

Em uma panela, coloque suco de limão, 120 ml de água e o açúcar. Ferva em fogo brando até formar um xarope. Deixe esfriar. Em uma vasilha coloque o creme de leite e bata até ficar consistente. Derrame o xarope de limão, aos poucos, sobre o creme. Bata mais e reserve.  Separe metade do creme e misture com as mangas (descascadas e trituradas no liquidificador). Coloque em um recipiente de vidro e leve à geladeira.  Separe a outra metade do creme em duas porções. Na primeira junte o Kiwi (descascado e triturado). Coloque essa mistura sobre o creme de manga e leve novamente à geladeira. Na outra porção junte a polpa de maracujá (coada). Coloque sobre o creme de kiwi. Deixe tudo na geladeira. Sirva com biscoitos de amêndoas.

Manjar Branco

Fonte: Dicas Legais

Manjar, uma de minhas sobremesas preferidas: barata, fácil de fazer e deliciosa

Ingredientes:

1 litro de leite
1 vidro pequeno de leite de coco
100 g coco ralado seco sem açúcar
6 colheres (sopa) amido de milho
8 colheres (sopa) açúcar

Coloque o leite, o açúcar, o leite de coco, o coco ralado em uma panela, misture bem, leve ao fogo e junte o amido de milho dissolvido em um copo de leite Mexa sempre até engrossar, aguarde mais um minuto e despeje em uma forma decorada untada com oleo ou simplesmente molhada Deixe esfriar e leve a geladeira por 2 horas Sirva com calda de ameixa ou calda de morangos.

Sugestões de bebidas, bem refrescantes:

Drink de Natal (sem álcool)

Fonte: Renataa Pure Glitter

Ingredientes:

1 fatia de de abacaxi (40g)
1 fatia de de melancia (180ml )
100g de de água com gás

Bater no Liquidificador bem todos os ingredientes. Dica:Enfeite o copo com um raminho de Hortelã!!!

Sandia Fresca (alcóolico)

Fonte: Mambo

Sandia Fresca

Ingredientes (1 taça):

Pepino, Melancia, Rum Branco, Água gasosa, Hortelã e Limão.

Pegue um pedaço médio de Melancia (em torno de 50g) e macere levemente numa taça alta; Em seguida, acrescente uma fatia de Pepino e 10 folhinhas de Hortelã; Macere novamente com cuidado; Complete a taça com gelo, 50ml de água com gás e 50ml de Rum Branco. Para finalizar, esprema algumas gotas de limão, adoce a gosto e decore com um pedaço de Melancia na borda.

E, por falar em bebidas, vocês já ouviram falar da nova tendência de coquetéis que andam bombando nas festinhas brasileiras: os drinks de comer? Como assim????? é isso mesmo. São os chamados drinks sólidos, uma invenção da modernosa Gastronomia Molecular, ramo da culinária que vira pelo avesso os ingredientes, dando forma a verdadeiros espetáculos de sabores e texturas inimagináveis.

Curaçao Blue....de comer

Se você ficou curioso, clique AQUI para assistir a um vídeo que ensina a técnica de preparo de um destes coqueteis sólidos.

E então? gostaram das sugestões? eu adorei. Difícil será escolher apenas algumas.

 

Anúncios

Enfeites de Natal para comer com os olhos e com a boca

Além de lindos de se ver, são deliciosos de se comer. Práticos,  ao invés de irem para o lixo ou para o fundo de uma caixa, no final da festa, os enfeites comestíveis podem ser…comidos, é claro. Duvida?

Árvore de Natal de trufas

 

Árvore de Natal de suspiros

 

Árvore de Natal de carolinas

 

Árvore de Natal de bem-casados

 

Bolas de Natal recheadas com macarrons

 

Guirlanda Ferrero Rocher

 

Guirlanda de castanhas variadas

 

Cordões de marshmallows

 

Biscoitos de gengibre para pendurar na árvore de Natal

 

Decoração de mesa: Bandeja de petiscos em forma de guirlanda

 
 Eu, que adoro coisinhas que unem o útil ao agradável, adorei todas as ideias, especialmente a bandeja de petiscos. Acho que vou aprovitar a dica  neste Natal. 
 
Sites que indico:
 

Natal cheio de simbolismos

Mais um final de ano está chegando. E com ele, uma das datas mais aguardadas por milhares de pessoas no mundo: o Natal. Como é de costume entre os cristãos, comemoramos a chegada do menino Jesus com muita festa, oração e – como não podia deixar de ser – carregados de simbolismos, que, com o passar dos tempos, acabam tendo seus significados despercebidos por muitas pessoas que deles se utilizam, especialmente, nesta época do ano.

Os símbolos mais utilizados no Natal são: a árvore (enfeitada com bolas, anjos, laços); o presépio; a ceia; a estrela, a guirlanda; as velas; os presentes e cartões. O que alguns de nós se esquece ou, muitas vezes, não percebe é o simbolismo com que estão impregnadas muitas das belíssimas canções natalinas.

Há um conto, chamado Natal nas Trincheiras¹ que, apesar de fictício, foi inspirado em um acontecimento real: a trégua de Natal de 1914, durante a 1ª Guerra Mundial. O fato teve lugar na linha de batalha entre a costa da Bélgica, a norte, e a fronteira da Suíça, a sul, em um trecho denominado Terra de Ninguém.  No conto, a música  Stille Nacht (Noite Feliz), de Franz Grüber, é entoada por um soldado alemão e logo seguida por seus companheiros. Do outro lado, na trincheira oposta, os soldados das Forças Aliadas – sensibilizados pela bela música, resolvem engrossar o coro, cantando também, em sua própria Língua, confraternizando com os inimigos. 

Uma de minhas canções de natal preferidas chama-se The twelve day of Christmas² (Os doze dias do Natal).  Contam que ela surgiu durante a época da perseguição anglicana contra os católicos, no século XVI. Alguns países, adeptos da Reforma Protestante, começaram a perseguir os católicos, tornando quase impossível a prática de sua religião naqueles territórios. Para continuar transmitindo a doutrina católica aos seus fiéis e celebrar sem medo de represálias o Natal, conforme sua tradição, católicos ingleses compuseram a música, que  seria uma espécie de catecismo às escondidas, uma vez que o simbolismo de sua letra expressaria, na realidade, a fé cristã.

Os doze dias do Natal (Tradução da música The twelve days of Christmas)

“No primeiro dia de Natal o meu verdadeiro amor deu-me: uma perdiz numa pereira.

No segundo dia de Natal o meu verdadeiro amor deu-me: 2 pombas-rolas e uma perdiz numa pereira.

No terceiro dia de Natal o meu verdadeiro amor deu-me: 3 galinhas francesas, 2 pombas-rolas e uma perdiz numa pereira.

No quarto dia de Natal o meu verdadeiro amor deu-me: 4 pássaros cantando…

No quinto dia de Natal o meu verdadeiro amor deu-me: 5 anéis dourados…

No sexto dia de Natal o meu verdadeiro amor deu-me: 6 gansos chocando…

No sétimo dia de Natal o meu verdadeiro amor deu-me: 7 cisnes nadando…

No oitavo dia de Natal o meu verdadeiro amor deu-me: 8 servas ordenhando…

No nono dia de Natal o meu verdadeiro amor deu-me: 9 senhoras dançando…

No décimo dia de Natal o meu verdadeiro amor deu-me: 10 lordes saltando…

No décimo primeiro dia de Natal o meu verdadeiro amor deu-me: 11 flautistas tocando…

No décimo segundo dia de Natal o meu verdadeiro amor deu-me: 12 tocadores de tambor, 11 flautistas tocando, 10 lordes saltando, 9 senhoras dançando, 8 servas ordenhando, 7 cisnes nadando, 6 gansos chocando, 5 anéis dourados, 4 pássaros cantando, 3 galinhas francesas, 2 pombas-rolas e uma perdiz numa pereira…”

A letra da canção, de acordo com a fé cristã, deveria ser compreendida da seguinte forma³:

1º dia: O verdadeiro amor seria Deus Pai. A perdiz na pereira simbolizaria Nosso Senhor Jesus Cristo. E a pereira representaria a Cruz.

2º dia: As duas  pombas-rolas representariam o Antigo e o Novo Testamento. 

 3º dia:  As três galinhas francesas representariam as três virtudes teologais: fé, esperança e caridade. Essas galinhas eram muito caras durante o século XVI e só os ricos tinham condições de comprá-las. Por isso, poderiam simbolizar, também, os três presentes ofertados pelos Reis Magos ao menino Jesus: ouro, o inceso e a mirra.

4º dia: Os quatro pássaros cantando representariam os quatro Evangelhos. Neles estão contidos a vida de Nosso Senhor e seus ensinamentos. Como pássaros cantando de modo claro e em alta voz, os quatro Evangelistas espalham por todo o mundo a Boa-Nova da Vida, Morte e Ressurreição de Nosso Senhor Jesus Cristo.

5º dia: Os cinco anéis dourados representariam os cinco primeiros livros do Antigo Testamento ou o Pentateuco (Gênesis, Êxodo, Levítico, Números e Deuteronômio), que lembravam aos católicos suas raízes.

6º dia: Os seis gansos chocando representariam os seis dias que Deus empregou na criação da Terra, do Universo e das criaturas.

7º dia: Os sete cisnes nadando representam os sete sacramentos e também os sete dons do Espírito Santo. Com os sacramentos e os dons, os fiéis poderiam sustentar-se através dos tempos de perseguição. Como os filhotes de cisnes transformam-se de patinhos feios em belos cisnes, assim a graça de Deus nos transforma de simples criaturas em filhos de Deus.

8 º dia: As oito servas ordenhando representariam as oito bem-aventuranças pregadas por Nosso Senhor no Sermão da Montanha. As bem-aventuranças, como o leite, alimentam e nutrem o católico.

9 º dia: As nove senhoras dançando são os nove frutos do Espírito Santo (Gal. 5, 22-23): caridade, alegria, paz, paciência, afabilidade, bondade, fidelidade, brandura e temperança. Da mesma forma como as senhoras que dançam alegres, os cristãos podem alegrar-se com a vida transformada pelos frutos do Espírito Santo.

10 ºdia: Os dez Lordes pulando simbolizariam os 10 Mandamentos da Lei de Deus.

11 ºdia: Onze flautistas tocando representariam os 11 Apóstolos que permaneceram fiéis a Nosso Senhor. Como flautistas atraem o público com sua música, estes discípulos chamaram outros a seguir Jesus, tocando uma canção eterna: a mensagem de salvação e da ressurreição após a morte.

12º dia: Os doze tocadores de tambor representariam os doze artigos do Credo. Assim como eles tocam sonoramente para que todos possam ouvi-los, o Credo revela a fé daqueles que são chamados cristãos.

Já o título da canção Os doze dias do Natal, refere-se aos dias entre o Natal e a Festa da Epifania, que é celebrada no dia 06 de Janeiro. Originalmente, a Festa da Epifania era a única festa cristã da manifestação de Deus ao mundo na pessoa de Jesus de Nazaré e incluía a celebração do Nascimento de Nosso Senhor Jesus Cristo, a adoração dos Rei Magos e todos os acontecimentos da infância de Jesus como a Circuncisão, a Apresentação no Templo, assim como o seu Batismo por São João no Rio Jordão.

 Lindo, não é mesmo?

Seja qual for a sua fé, desejo a todos um final de ano repleto de paz e respeito. Que as pessoas procurem ser mais fraternas umas com as outras e que se unam em busca de um bem que não seja particular, mas de interesse comum: um mundo melhor para todos nós.

UM ÓTIMO NATAL  E UM ANO MELHOR DO QUE FOI ESTE QUE SE VAI É O QUE DESEJO A TODOS!

Linda tela do pintor português Grão Vasco, Século XVI

Fontes de pesquisa:

1 Clique AQUI e leia o conto Natal nas Trincheiras.

2 Clique AQUI ou AQUI e ouça a música “The twelve days of Christmas”

3 Clique AQUI e leia o texto de Roger Vargas “Os doze dias do Natal” para a Revista Catolicismo.

Filmes que retratam o episódio da trégua nas trincheiras: “Feliz Natal” (2005) e “Oh! Que bela guerra” (1969) 

***Já é Natal…já é Natal…***

-Faltam 18 dias. Ainda dá tempo de preparar a casa.

-Mais dicas do Chá de Casinha:

-Olha que fofas ficam essas almofadas espalhadas pela sala.

Almofadas de feltro

-A almofada da esquerda é da “Villa Arte Design” e a da direita é da “Moldes e Etc”. O melhor é que dá para fazer igualzinho. Basta um pouco de destreza com a tesoura e a agulha.

-E o café-da-manhã terá gostinho de infância com  essas canecas divertidíssimas à mesa. Ambas podem ser encontradas em rlv.zcache.com

Canecas de porcelana

-Uma dica supercriativa para presentear ou apenas enfeitar a casa é utilizar canecas tranzadas, iguais a estas aí em cima, como suporte para cultivar plantinhas…podem ser temperos como hortelã, pimenta, cebolinha ou, até mesmo, miniárvores. Ficam uma graça.

Canecas da Tok&Stok

-Na porta de entrada não pode faltar, é claro, a tradicional (mas nem tanto) guirlanda. Essas aí em baixo são superfáceis de fazer:

Antes, um pouco de história:

“Antigamente, as pessoas achavam que certas plantas tinham o poder de proteger contra bruxas e demônios. Por isso faziam um arranjo com elas e o penduravam na entrada de casa. Com o tempo, o simbolismo mudou: hoje essa espécie de mandala em círculo representa o ciclo de nascimento e morte, simbolizando a vida eterna e a paz. Está presente na decoração natalina em muitos países”.

Guirlandas de Natal

-As inusitadas guirlandas da esquerda são criações da designer Angélica Pacheco (saiba mais em www.angelicadosdivinos.com.br ).

 Já o singelo arranjo da direita é uma criação do Atelier Zanutti.

-Uma ótima dica para presentear os amigos neste final de ano é a linha “Doce e Festa” da Tok&Stok. Olha que encanto:

Linha Doce e Festa

Linha Doce e Festa

***Por enquanto é só. Mais dicas de Natal no próximo post***

**O Natal vem vindo…vem vindo o Natal**

Feliz Natal!

Chegou o mês de dezembro. O espírito natalino começa tomar conta das pessoas. É tempo de nos prepararmos para a chegada do Menino Jesus.

É bem verdade que nossa espiritualidade deve ser nutrida continuamente – não apenas nessa época. No entanto, já é tradição né? Não tem jeito. Mal vai acabando novembro e a gente já começa a sentir o cheirinho de panetone no ar; reúne a família para montar a árvore, o presépio e desenrolar aquele emaranhado louco de lâmpadas coloridas. E quando menos se espera – afinal, o melhor da festa é esperar por ela – a mágica acontece: é Natal.

Luzes de Natal

 E claro que o blog não iria deixar de homenagear essa data tão especial. Selecionamos uma porção de frescurinhas que fazem toda a diferença para deixar nossa casa no clima de festa.

Façam suas escolhas e entrem no espírito do Natal!

 

Enfeite para mesa ou aparador: Maçãs em Patchwork e vela. (Encontrado em http://www.ideiasdeminas.com.br)

Bandô de Natal: calendário de feltro feito à mão.

Dica de decoração de mesa natalina (encontrado na revista Casa e Jardim)

Arranjo de mesa simples e bonito. (encontrado em http://www.arteemvelas.com.br)

Presente para comer: Panetones decorados. Lindos e baratinhos. (Encontrado em http://www.anunciosrs.com.br/chocolatesrosenthal/natal.html)

 Dica legal:

 No Natal – todos nós sabemos – o maior homenageado deve ser o Menino Jesus. No entanto, nessa época, os pequeninos ficam ansiosos por um agradinho, por menor que seja.

Para aqueles que podem, as agências dos Correios já estão disponibilizando as cartinhas que as crianças escreveram ao Papai-Noel. Vá até lá e adote uma cartinha e realize o sonho de um pequenino: não deixe a fantasia morrer!!!!

Projeto Papai Noel dos Correios

O que é o Projeto?
O Projeto Papai Noel dos Correios é uma ação corporativa, desenvolvida em todas as 28 diretorias regionais, que tem como foco principal o envio de carta-resposta às crianças que escrevem ao “Papai Noel”. O objetivo central é manter a magia do Natal.
A quem se destina?
O destinatário do projeto é a criança que envia pelos Correios uma cartinha ao Papai Noel. As cartas que partem das comunidades carentes em todo o País são separadas e colocadas à disposição da sociedade para quem quiser adotá-las. Ou seja, nem todas as crianças carentes serão necessariamente atendidas.

 

Fonte de consulta: www.planetavoluntarios.com.br/nossas-acoes