Dia dos pais em frente à TV pode ser tudo de bom

Não há pai que resista à dupla sofá + TV não é mesmo? Pensando nisso (e naqueles que estão sem ideia ou sem tanto dinheiro para comprar um presente no próximo domingo), selecionei alguns dos filmes mais legais e emocionantes que já fizeram sobre pais e filhos. Dessa forma é possível matar dois coelhos com uma cajadada só (modo de dizer; os coelhinhos são nossos amigos…rs): você proporciona um dia prazeroso ao velho e, de quebra, ainda curte um belo vídeo. Então, corra até à locadora mais próxima e separe os seus preferidos; prepare a panela de pipoca…e curta o momento com seu paizão.

1º da Lista: Em nome do pai (1993)

Crédito de imagem: Google Imagens

Filme de 1993, dirigido por Jim Sheridan e baseado no livro autobiográfico Proved Innocent, de  Gerry Conlon.  Gerry Conlon e três amigos são acusados e condenados injustamente à prisão perpétua, por crime de terrorismo e assasinato, após um atentado à bomba em um pub de Londres. Seu pai tenta ajudá-lo, mas acaba sendo preso também. Dentro da prisão, o rapaz  encontra, no amor de seu pai, a força  de que precisa para lutar pela liberdade.

2º da Lista: O poderoso Chefão (1972)

Crédito de imagem: Google Imagens

Don Corleone nunca falava de négócios à mesa. Obra prima de Francis Ford Coppola. Com Marlon Brando e Al Paccino nos papéis principais. Michael Corleone (Al Paccino) quer se manter longe dos negócios escusos de seu pai, Vito Corleone (Marlon Brando). Adepto do lema “mexa comigo, mas não mexa com minha família”, o, até então, pacífico rapaz fará de tudo que estiver ao seu alcance para por fim à conspiração que pretende destruir seu velho. Clássico.

3º da Lista: A vida é Bela (1997)

Crédito de imagem: Google Imagens

Em 1997, Roberto Benigni dirigiu e protagonizou esta comovente comédia dramática, que conta como um pai consegue esconder de seu filho os horrores que acontecem no campo de concentração em que foram detidos, durante a Segunda Guerra Mundial. Prepare o lenço. Impossível não se emocionar.

4º da Lista: A Procura da Felicidade (2006)

Foto: Divulgação/Sony Pictures Entertainment/Columbia Pictures

“Nunca deixe que lhe digam que você não pode fazer algo”. Essa é uma das muitas lições que Chris Gardner (Will Smith) passa ao filho, Christopher (Jaden Smith) neste longa americano de 2006. Baseado em fatos reais, A procura da Felicidade é a típica história do “self-made man” e da luta em busca do eterno “sonho americano”. Nem por isso, dixa de ser emocionante. A química entre os protagonistas não podia ser maior, já que os atores Will Smith e Jaden Smith são pai e filho na vida real. Prepare o lenço.

5º da Lista: O Campeão (1979)

Crédito de imagem: Google Imagens

Este clássico de 1979 fez parte da minha infância. Mas não é por mero saudosismo que o indico nesta lista. A história merece. Caso contrário, Franco Zeffirelli não teria tido o trabalho de  refilmá-la (o filme original é de 1931). Billy Flynn (Jon Voight) é um ex-campeão do boxe, que se afundou em bebidas e jogos.  Porém, seu filho T.J. (Rick Schroder), mesmo sabendo da condição do pai, nunca deixou de afirmar que ele é seu eterno campeão. Prepare o lenço.

6º da Lista: A Creche do Papai (2003)

Cena de "A Creche do Papai" (Google Imagens)

Phil (Jeff Garlin) e Charlie (Eddie Murphy) são publicitários, mas o que eles nunca poderiam imaginar é que  cuidar de crianças se tornaria o melhor emprego das suas vidas. Demitidos da empresa em que trabalhavam, não lhes restou outra alternativa para ganhar uns trocados: eles montaram a “Creche do Papai”. E, depois de muitos apuros, quando finalmente têm a oportunidade de voltar ao mercado publicitário, adivinha o que acontece? divertidíssimo e fofo demais.

7º da Lista: Procurando Nemo (2003)

Cena de "Procurando Nemo" (Google Imagens)

A história do peixinho Nemo e de seu pai Merlin teve grande inspiração nos relacionamentos dos diretores do filme com seus próprios filhos. A animação produzida pela parceria entre a Pixar e a Disney é sucesso até hoje. É impossível não se identificar com os personagens do filme e não torcer por eles do início ao fim. Divertido e emocionante. Para adultos e crianças.

Espero que tenham gostado das indicações. São filmes dos quais eu realmente gosto. Um feliz dia dos pais a todos. E um abraço especial para o meu velho, Alair Meireles. Pai, amo o senhor demais.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.